Ir para o conteúdo principal

Bem-vindo ao

Together é um novo recurso para qualquer pessoa afetada pelo câncer pediátrico - pacientes e seus pais, familiares e amigos.

Saiba mais

Suporte a casamentos enquanto as crianças estão em tratamento

As relações conjugais podem ser prejudicadas quando uma criança é diagnosticada com câncer. O câncer gera estresse extra em um casamento em um momento em que o apoio de um cônjuge é mais importante do que nunca. As demandas do cuidador tornam difícil para os pais dedicar tempo uns aos outros. Os pais podem se afastar quando estiverem tristes ou preocupados. Em geral, as questões que afetaram o casamento antes do câncer ainda estão lá e podem até piorar.

No entanto, não há evidências de que um diagnóstico de câncer pediátrico aumente a probabilidade de divórcio. Enquanto alguns casais veem seus casamentos sofrer depois que uma criança é diagnosticada, muitos casamentos tornam-se mais fortes ao compartilhar a jornada.

As crianças se beneficiam de casamentos saudáveis

É compreensível que os pais sintam que devem usar toda a sua energia para cuidar de seu filho doente. Eles podem se sentir culpados ou egoístas gastando tempo em qualquer outra coisa. No entanto, um relacionamento amoroso entre cônjuges ou parceiros tem vários benefícios positivos:

  • Uma boa comunicação permite que os pais sejam melhores cuidadores.
  • As crianças sentem menos culpa sobre como sua doença está afetando a família.
  • Os irmãos que são apoiados pelos pais podem se sentir mais seguros e se adaptar mais facilmente.
  • Um ambiente mais acolhedor permite que os amigos e a família forneçam ajuda e apoio.
Mãe e pai ficam de pé enquanto seguram seu filho em um quarto do hospital.

Ajudar um parceiro a lidar com emoções difíceis às vezes pode ser mais importante do que resolver um problema. 

Etapas para um melhor casamento

Os relacionamentos nunca são perfeitos. Haverá altos e baixos. A maioria dos casamentos tem alguma tensão quando uma criança fica doente. Mas, os pais podem tomar medidas para manter um relacionamento forte, mesmo quando sua família está enfrentando o câncer.

Ouça como outros sustentaram seus casamentos por meio da doença grave de uma criança.

Para casamentos fortes, a comunicação aberta e honesta é fundamental. Conflitos não resolvidos e falta de intimidade (emocional ou física) causam estresse adicional sobre a família e limitam o apoio que os pais podem oferecer uns aos outros. Mas algo não tem de estar “errado” para procurar ajuda. O aconselhamento matrimonial e familiar pode ser uma importante fonte de apoio durante o câncer infantil. Psicólogos e outros profissionais de saúde mental podem fornecer habilidades práticas e recursos para ajudar os casais a falar sobre sentimentos, lidar com preocupações e superar momentos difíceis.


Revisado: Junho de 2018